Art'n
'Enquanto a história conta o que aconteceu, a arte, simplesmente acontece!'
Últimos assuntos
» Rafaella Melo - 33
Qui Set 14, 2017 8:06 pm por Rafaella Melo - 33

» Barbara Silva
Sex Set 08, 2017 5:06 pm por barbarasilvabndr

» Durval Fernandes neto
Qui Ago 24, 2017 6:21 pm por Dudurvalfernandesneto

» Danilo - atividades
Sex Ago 04, 2017 10:10 pm por dansilva

» Atividades- Gabrielly
Sex Ago 04, 2017 10:09 pm por GabriellySabino 11

» Guilherme Huilian N 16 Noturno 2-E
Sex Ago 04, 2017 10:06 pm por guilherme96

» Leonardo - atividades
Sex Ago 04, 2017 10:03 pm por MATINS 20 BIB

» Atividades da Manu
Sex Ago 04, 2017 9:56 pm por manubianc

» ATIVIDADE CARLOS 06 2ºE NOITE
Sex Ago 04, 2017 9:50 pm por frostnelk

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Estatísticas
Temos 2245 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Péricles Notorious

Os nossos membros postaram um total de 15341 mensagens em 2543 assuntos
Votação
Junho 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de Art'n em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de Art'n em seu site de social bookmarking


Atividades Da Dari

Ir em baixo

Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Seg Set 09, 2013 8:13 pm

Atividade Da Dari

Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Seg Set 09, 2013 8:42 pm





A principal característica do programa é a facilidade de uso e os recursos que ele oferece. A interface principal contém 12 ícones e cada um possui uma função especifica. As opções que se destacam são as edições de imagens (função: editor), o editor de várias imagens ao mesmo tempo (a função: batch editor), converter imagens RAW em JPEG (função: Raw converter), e a função de formar uma só imagem com várias fotos (função: Page). O programa também cria GIFs simples.[/b]

Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 8:39 pm

Logotipo
   
Logotipo, ou logótipo, refere-se à forma particular como o nome da marca é representado graficamente, pela escolha ou desenho de uma tipografia específica. É um dos elementos gráficos de composição de uma marca, algumas vezes é o único, tornando-se a principal representação gráfica da mesma. A expressão costuma ser confundida com o termo logomarca, que, embora difundido na linguagem cotidiana é considerado por designers profissionais e acadêmicos um neologismo impreciso e incorreto.




Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 8:48 pm

                     Museu Oscar Niemeyer
O primeiro prédio foi projetado por Oscar Niemeyer em 1967 , fiel ao estilo da época, concebido como um Instituto de Educação. Este edifício possui o segundo maior vão livre do Brasil, com 65m. Foi reformado e adaptado à função de museu , para o qual Niemeyer projetou o anexo, lembrando um olho , imprimindo-lhe uma nova identidade característica.
Inaugurado no dia 22 de novembro de 2002 com o nome de Novo Museu, com a conclusão do anexo foi reinaugurado em 8 de julho de 2003, recebendo a atual denominação. É conhecido localmente como Museu do Olho, devido ao design de seu edifício , muito embora a inspiração seja a da árvore-símbolo do Paraná, o pinheiro-do-paraná (Araucária ).

Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 8:57 pm

      Perspectiva isométrica







 



Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 9:07 pm

     Retrato reprodução de imagem em quadriculado.


  A técnica da quadricula foi e é amplamente utilizada pelos artistas desejam reproduzir com maior precisão os objetos ou figuras que pretendem pitar .
 Especialmente popularizando pelos artistas foto-realistas , esta técnica consiste em utilizar uma quadricula sobre posta a fotografia original como meio para reproduzir distâncias e proporções em maior escala.


Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 9:12 pm

   Art Pop
Pop art (ou Arte pop) é um movimento artístico surgido na década de 50 na Inglaterra mas que alcançou sua maturidade na década de 60 em Nova York. O nome desta escola estético-artística coube ao crítico britânico Lawrence Alloway (1926 - 1990) sendo uma das primeiras, e mais famosas imagens relacionadas ao estilo - que de alguma maneira se tornou paradigma deste - ,a colagem de Richard Hamilton (1922 - 2011): O que Exatamente Torna os Lares de Hoje Tão Diferentes, Tão Atraentes?, de 1956. A Pop art propunha que se admitisse a crise da arte que assolava o século XX desta maneira pretendia demonstrar com suas obras a massificação da cultura popular capitalista. Procurava a estética das massas, tentando achar a definição do que seria a cultura pop, aproximando-se do que costuma chamar de kitsch.
Diz-se que a Pop art é o marco de passagem da modernidade para a pós-modernidade na cultura ocidental.


Max Horkheimer (à esquerda) e Theodor W. Adorno (1955)
Theodor W. Adorno e Max Horkheimer, nos anos 40, cunharam o termo Indústria cultural. O conceito analisa a produção e a função da cultura no capitalismo e relaciona cultura como mercadoria para satisfazer a utilidade do público.
A defesa do popular traduz uma atitude artística adversa ao hermetismo da arte moderna. Nesse sentido, esse movimento se coloca na cena artística como uma das mãos que não se movia. Com o objetivo da crítica Tônica ao bombardeamento da sociedade capitalista pelos objetos de consumo da época, ela operava com signos estéticos de cores inusitadas massificados pela publicidade e pelo consumo, usando como materiais principais: gesso, tinta acrilica,poliester, latéx, produtos com cores intensas, fluorescentes, brilhantes e vibrantes, reproduzindo objetos do cotidiano em tamanho consideravelmente grande, como de uma escala de cinquenta para um,objeto pequeno , e depoi
s ao tamanho normal





Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 9:15 pm

   Sombras projetadas 
É mesmo muito estranho o comportamento deste fenômeno óptico. Mas explicável.
Observamos na seqüência de imagens que a sombra da cabeça está deformada aproximando da aba do alpendre, podemos dizer que foi atraído pela aba do alpendre à relação entre as distancias das sombras em relação ao objeto deformado obedecem uma lei de “atração” entre as sombras. 
  Na explicação das fases da lua, por exemplo, representamos à radiação solar sendo uma fonte luminosa extensa formando um ângulo visual de 0,53graus e chegando até nós com raios luminosos paralelos para pontos situados entre si e formando sombras com bordas definidas.
  No entanto esta explicação não da conta de diversos fenômenos ópticos como este, por exemplo, que produzem sombras com bordas indefinidas devido à divergência dos raios luminosos.
  Sabemos que a sombra é uma região não iluminada a penumbra é uma região parcialmente iluminada estando presente praticamente em todas as situações nas quais existe formação de sombra proporcionando sombras com bordas indefinidas.
  Pois bem o raio de luz vindo do sol forma um ângulo visual máximo de 0,53graus em cada ponto dos objetos estando esses objetos próximos um do outro a diferentes distâncias, porém pequena suas sombras formarão regiões de penumbra ocorrendo à intersecção das regiões e produzindo a atração entre as sombras e deformando o objeto que no caso é a cabeça da pessoa.
  Este desconhecido fenômeno óptico da “atração” das sombras e deformação de uma delas nos proporciona uma melhor analise da Óptica Geométrica estabelecendo uma visão ampla da FÍSICA em nossa volta.



Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 9:19 pm

        Retrato 
 
Um retrato é uma pintura , Fotografia ou outra representação artistica de uma pessoa. O mais famoso exemplo de um retrato é a La Gioconda de Leonardo da Vinci.
Os fotógrafos aprenderam com os artistas plásticos, a famosaregras dos terços, assim como os cineastas e a televisão.
No retrato clássico, a regra dos terços diz que os olhos da pessoa fotografada devem estar a altura de um terço superior, assim como a linha do horizonte na paisagem. A pessoa não deve ficar de frente e no centro, como se faz quando se tira uma foto para documento. A pessoa deve estar com perfil parcial, costas próxima a uma das margens e frente voltada levemente para o lado maior da foto, tendo os olhos direcionados à objetiva da câmera. Olhos baixos significam depressão e tristeza, olhos altos, indicam altivez e contemplação.


Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 9:21 pm

      Jim Dine
(Cincinnati, 1935), pintor americano.Seguindo a tradição do expressionismo abstrato e neodadasta a redescoberta do objeto, é dedicado à realização de Ambientes e Acontecimentos.Sua obra é uma reflexão sobre os problemas ligados ao seu universo pessoal, em termos que anunciam a arte conceitual.Tem participado em amostras antolgicas da arte pop, como a realizada na Kunshalle de Rotherham (1996), e arte contemporânea americana, como a do La Caixa de Barcelona (1999).Além disso, tem mostrado seu trabalho no Walker Art Center, em Minneapolis (1989), em Waddington Graphics, Londres (1990), o Museu de Arte de Cincinnati (1993) eo Museu Guggenheim de Nova York (1999)
.




Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Out 29, 2013 9:23 pm

                   Hiper Realismo
A palavra hiperrealismo apareceu pela primeira vez como título de uma exposição organizada pela galerista belga Isy Brachot, em 1973. Na época, assumiu o mesmo significado que fotorrealismo. A exposição era dominada por fotorrealistas norteamericanos, como Ralph Goings, Chuck Close, Don Eddy, Robert Bechtle e Richard McLean, mas incluiu artistas europeus como Gnoli, Gerhard Richter, Klapheck e Delcol.
Os princípios essenciais do hiperrealismo, também chamado superrealismo, são os mesmos do fotorrealismo, sempre usando uma fotografia como modelo para a obra. Isso enfatiza a importância que a fotografia vem ganhando no campo da arte.2 A diferença em relação ao fotorrealismo está na maior minúcia dos detalhes e na alta definição geral da imagem, que torna os objetos representados aparentemente mais palpáveis e concretos, com uma ilusão de realidade maior do que a própria fotografia.3 4 5 Isso se deve à evolução da tecnologia, que vem colocando no mercado câmeras fotográficas com poder cada vez maior.2 6 Alguns acreditam que os hiperrealistas também acrescentam maior emotividade às obras do que os fotorrealistas..7 8
                    
Tanto pintores como escultores hiperrealistas usam recursos mecânicos ou ópticos para transferir a imagem fotográfica para a técnica de sua eleição, como moldes, projetores de slides e retículas para ampliação.9 Anomalias nas imagens originais, como focos seletivos, fractalização, reflexos e outros podem também ser usados como recursos expressivos




Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Nov 05, 2013 8:49 pm

semana da arte de 1922

A Semana de Arte Moderna, também chamada de Semana de 22, ocorreu em São Paulo no ano de 1922, nos dias 11 a 18 de fevereiro, no Teatro Municipal da cidade.1

Apesar do designativo "semana", o evento ocorreu em cinco dias. Cada dia da semana trabalhou um aspecto cultural: pintura , escultura, poesia, literatura e música. O evento marcou o início do modernismo no Brasil e tornou-se referência cultural do século XX.

O governador do estado de São Paulo à época, Washington Luís, apoiou o movimento, especialmente por meio de René Thiollier, que solicitou patrocínio para trazer os artistas do Rio de Janeiro Plínio Salgado e Menotti Del Pichia, membros de seu partido, o Partido Republicano Paulista.

A Semana de Arte Moderna representou uma verdadeira renovação de linguagem, na busca de experimentação, na liberdade criadora da ruptura com o passado e até corporal, pois a arte passou então da vanguarda, para o modernismo. O evento marcou época ao apresentar novas ideias e conceitos artísticos, como a poesia através da declamação, que antes era só escrita; a música por meio de concertos, que antes só havia cantores sem acompanhamento de orquestras sinfônicas; e a arte plástica exibida em telas, esculturas e maquetes de arquitetura, com desenhos arrojados e modernos. O adjetivo "novo" passou a ser marcado em todas estas manifestações que propunha algo no mínimo curioso e de interesse.

Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Nov 05, 2013 8:59 pm

Movimento antropofágicoi


O Manifesto Antropófago (ou Manifesto Antropofágico) foi um Manifesto Literário escrito por Oswald de Andrade, principal agitador cultural do início do Modernismo no Brasil. Foi lido em 1928 para seus amigos na casa de Mário de Andrade e publicado na Revista de Antropofagia, que ajudou a fundar com os amigos Raul Bopp e Antônio de Alcântara Machado.

Mais político que o anterior manifesto de Oswald, o da Poesia Pau-Brasil, esteticamente, basicamente, reafirma os valores daquele, apregoando o uso de uma "língua literária" "não-catequizada".

Ideologicamente, se alinha ainda com aquele, porém busca uma maior explicitação da aproximação de suas ideias com as de André Breton e, portanto, com as ideias de Marx, Freud e Rousseau.

A Antropofagia, como movimento cultural, foi tematizada por Oswald nesse manifesto, mas também reapareceu outras vezes em sua obra. Em Marco Zero I (1943), romance de Oswald escrito sob influência do marxismo e da arte realista mexicana, surgiu o personagem Jack de São Cristóvão, relembrando a antropofagia e celebrando-a como uma saída para o problema de identidade brasileiro e mesmo como antídoto contra o imperialismo.

Na maturidade, Oswald buscou fundamentação filosófica para a antropofagia, ligando-a a Nietzsche, Engels, Bachofen, Briffault e outros autores, tendo escrito a respeito até teses, como a Decadência da Filosofia Messiânica, incluído em A Utopia Antropofágica e outras utopias, lançado, como toda sua obra, pela editora Globo a partir dos anos 80.
Aprofundando a ideologia da Poesia Pau-Brasil, que desejava criar uma poesia de exportação, o movimento antropofágico brasileiro tinha por objetivo a deglutição (daí o caráter metafórico da palavra "antropofágico") da cultura do outro externo, como a norte americana e europeia e do outro interno, a cultura dos ameríndios, dos afrodescendentes, dos eurodescendentes, dos descendentes de orientais, ou seja, não se deve negar a cultura estrangeira, mas ela não deve ser imitada. Foi certamente um dos marcos do modernismo brasileiro.



Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Nov 05, 2013 9:04 pm

Di Cavalcanti


E-Biografias

Índice Novas Biografias Top Biografias
Di Cavalcanti
Pintor brasileiro
Biografia de Di Cavalcanti:

Di Cavalcanti (1897-1976) foi pintor brasileiro. Um dos primeiros artistas a pintar elementos da realidade brasileira, como festas populares, favelas, operários, o samba etc. Foi um dos idealizadores da Semana de Arte Moderna de 1922.

Di Cavalcanti (1897-1976) nasceu no Rio de Janeiro, no dia 6 de setembro de 1897. Filho de Frederico Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Rosália de Sena. Com 17 anos, já fazia ilustrações para a revista Fon-Fon. Em 1917, mudou-se para São Paulo, onde iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco. Neste mesmo ano, fez sua primeira individual para a revista "A Cigarra". Em 1919, ilustrou o livro "Carnaval" de Manuel Bandeira. Em 1921, casou-se com sua prima Maria. Em 1922, idealizou junto com Mário de Andrade e Oswald de Andrade, a semana de Arte Moderna, realizada no Teatro Municipal de São Paulo, onde elaborou a capa do catálogo e expôs 11 telas.

Di Cavalcanti mudou-se para Paris, em 1923, como correspondente do jornal Correio da Manhã. De volta ao Brasil, em 1925, foi morar no Rio de Janeiro. Em 1926, ilustrou o livro Losango Cáqui, de Mário de Andrade. Nesse mesmo ano entrou para o Diário da Noite, como ilustrador e jornalista. Em 1932, fundou o Clube dos Artistas Modernos, junto com Flávio de Carvalho, Antônio Gomide e Carlos Prado.

Em 1934, filiou-se ao Partido Comunista Brasileiro. Nesse mesmo ano mudou-se para a cidade do Recife. Simpatizante das ideias comunistas, foi perseguido pelo governo de Getúlio Vargas. Voltou para a Europa, onde permaneceu entre 1936 e 1940. O pintor adquiriu experiência expondo seus trabalhos em galerias de Bruxelas, Amsterdã, Paris, Londres, onde conheceu artistas como Picasso, Satie, Léger e Matisse.

Di Cavalcanti ilustrou livros de Vinícius de Moraes e Jorge Amado. Em 1951, participou da Bienal de São Paulo e doou seus desenhos ao MAM- Museu de Arte Moderna. Em 1953, recebeu o prêmio de melhor pintor nacional, na II Bienal de São Paulo. Em 1954, O MAM do Rio de Janeiro fez uma retrospectiva de sua obra. Em 1955, publicou o livro "Memórias de Minha Vida".

Em 1956, recebeu o prêmio da mostra Internacional de Arte Sacra de Trieste, na Itália. Em 1958, elaborou a tapeçaria para o Palácio da Alvorada e pintou a Via Sacra da catedral de Brasília. Em 1971, expôs uma retrospectiva no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, morreu no Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro de 1976.

Obras de Di Cavalcanti

Pierrete, 1922
Pierrot, 1924
Samba, 1925
Samba, 1928
Mangue, 1929
Cinco Moças de Guaratinguetá, 1930
Mulheres Com Frutas, 1932
Família na Praia, 1935
Mulata Sentada, 1936
Vênus, 1938
Ciganos, 1940
Mulheres Protestando, 1941
Arlequins, 1943
Gafieira, 1944
Colonos, 1945
Abigail, 1947
Aldeia de Pescadores, 1950
Nu e Figuras, 1950
Retrato de Beryl, 1955
Cenas da Bahia, 1960
Tempos Modernos, 1961
Tempestade, 1962
Duas Mulatas, 1962
Músicos, 1963
Ivete, 1963
Rio de Janeiro Noturno, 1963
Mulatas e Pombos, 1966
Baile Popular, 1972
Informações biográficas de Di Cavalcanti:

Data do Nascimento: 06/09/1897
Data da Morte: 26/10/1976
Nasceu há 116 anos
Morreu aos 79 anos
Morreu há 37 anos


Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Nov 05, 2013 9:10 pm

Cândido Portinari

Cândido Portinari (1903-1962) foi um pintor brasileiro. Autor de quase cinco mil obras, entre elas os painéis "Guerra e Paz" da sede da ONU em Nova York e o mural da Biblioteca do Congresso em Washington. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro, onde começou a se destacar. Passou dois anos em Paris que foram decisivos para criar o seu estilo. As exposições coletivas no Museu de Arte Moderna de Nova York, na década de quarenta, ao lado de artistas já consagrados, abrem o caminho para individuais em Nova York.

Cândido Portinari (1903-1962) nasceu em Brodowski, no interior de São Paulo, no dia 29 de dezembro de 1903. Filho dos imigrantes italianos Batista Portinari e Domênica Torquato. Aos seis anos já começa a desenhar. Não concluiu o curso primário. Aos 14 anos participa da restauração da Igreja de Brodowski. Aos 15 anos vai para o Rio de Janeiro estudar no Liceu de Artes e Ofícios e ingressa na Escola Nacional de Belas Artes onde estuda desenho e pintura. Logo se destaca e aos vinte anos expõe pela primeira vez no salão da Escola de Belas Artes.

Em 1923 ganha três prêmios com o retrato do escultor Paulo Mazzucchelli no Salão da Escola de Belas Artes. Em 1924 participa do salão com o quadro Baile na Roça. Em 1928 participa com o retrato do poeta Olegário Mariano, onde ganha como prêmio uma viagem para Europa. Em 1929 antes de viajar faz uma individual com 25 retratos.

Cândido Portinari viaja para Itália, Inglaterra, Espanha e Paris. Visita museus, faz estudos e quase não pinta. Passou dois anos em Paris e descobre a pintura moderna da Escola parisiense. Em 1930 conhece Maria Martinelli uma uruguaia de 19 anos, radicada em Paris e logo se casam. Em 1931 volta ao Rio de Janeiro.

Teve o seu quadro “O Café” premiado na mostra internacional, promovida pelo Instituto Carnegie de Nova York em 1935. A partir de então, sua obra passou a ser conhecida internacionalmente. Pintou os painéis Guerra e Paz da sede da ONU em Nova York e o mural da Biblioteca do Congresso de Washington. Suas pinturas que mais se destacaram: “São Francisco de Assis”, “A Primeira Missa no Brasil”, “Tiradentes” e a “Chegada de D. Jogo VI ao Brasil”. Entre os retratos que pintou, os mais famosos são: o da mãe do pintor, o de Mário de Andrade, o de Olegário Mariano. Ilustrou também Graham Greene e André Maurois, para as edições de luxo da Livraria Gallinard.

Portinari gozava de merecido renome internacional, recebendo convites para exposições e encomendas de trabalhos de todo mundo. Morre em 6 de fevereiro de 1962, vítima de intoxicação das tintas que utilizava.


http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2009/08/full-1-37443ef143.jpg

Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Nov 05, 2013 9:20 pm

Poty Lazzarotto

Filho dos italianos Issac Lazzarotto e Julia Tortato Lazzarotto, começou a se interessar por desenho ainda bem criança. O seu pai era ferroviário e a sua mãe mantinha um restaurante na cidade, o "Vagão do Armistício", muito freqüentado por intelectuais paranaenses.

O pai de Poty perdeu um dos braços, devido a um acidente, e para ajudar no orçamento familiar procurava peças de alumínio que eram modeladas em quadros da Santa Ceia, para vender. Poty e seus amigos de infância freqüentavam o barracão de seu pai, para ajudar a mover o fole. O barracão que o pai ergueu frente a sua casa, em Curitiba, passou a se chamar "Vagão do Armistício", tornando-se um restaurante desde 1937, sob os cuidados de sua mãe. O governador do Paraná, Manoel Ribas, freqüentava o restaurante e, em 1942, premiou Poty com uma bolsa de estudos na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro.

Em 1938, com 14 anos de idade, Poty publicou no jornal Diário da Tarde a história "Haroldo, o Homem Relâmpago", em 6 capítulos.

Em 1943, Hermínio da Cunha César convida Poty para ilustrar seu livro "Lenda da Herva Mate Sapecada", no Rio de Janeiro. Foi o primeiro livro ilustrado por Poty e publicado.

Em 1946, Dalton Trevisan cria a revista "Joaquim", e Poty participa de todos os números, seja com ilustrações, notícias do mundo das artes visuais e/ou comentários sobre arte enviadas da Europa. A "Joaquim", que é editada até 1948, representa uma revolução cultural no Estado do Paraná, tanto no sentido de transformação da literatura, via Dalton, quanto da sua linha editorial, crítica e renovadora como informação e como linguagem. A "Joaquim" representa a primeira conexão do Paraná com outros centros da federação, que publicam na revista seus textos críticos e ensaios, bem como autores estrangeiros nas mais diversas áreas do conhecimento.
Monumento aos Tropeiros (Poty Lazzarotto), Lapa (PR), Brazil.

Da Europa, graças a uma bolsa de estudos do francês, Poty tem contato com a técnica litográfica, em permanente contribuição à "Joaquim". Voltou ao Brasil em 1948, indo trabalhar no jornal Manhã, de Samuel Wainer, realizando ilustrações para vários jornais do Rio de Janeiro.

Ao longo de sua vida, trabalhou principalmente com desenhos, gravuras, murais, serigrafia, litografia.

Os murais são representativos de sua obra, embora tenha sido o desenho o seu principal veículo de expressão, notadamente as ilustrações que realizou para os mais diversos autores, destacando-se entre esses Dalton Trevisan, considerado o maior contista brasileiro. Em sua execução, Poty empregava materiais diversos, como madeira, vidro (vitrais), cerâmica, azulejo e concreto aparente, esse último um de seus materiais de predileção.

Há obras de Poty espalhadas por diversas cidades do Brasil e do exterior, incluindo murais em Portugal, na França e na Alemanha.

Suas obras também podem ser vistas em diversos locais públicos de Curitiba, como os painéis do pórtico do Teatro Guaíra, no saguão do Aeroporto Afonso Pena, na Praça 29 de Março, na Praça 19 de Dezembro (Curitiba) e na Torre da Telepar.

Faleceu de câncer no pulmão, em 1998. Estava trabalhando, então, em um painel encomendado para a Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu. Seu último trabalho foi a ilustração para um cartaz encomendado pelo Hospital de Clínicas, em Curitiba, para sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de doações. Foi sepultado no Cemitério Municipal do Água Verde, em Curitiba.




Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Dariane_10_1L em Ter Nov 05, 2013 9:23 pm

Morretes, Lange de (1892 - 1954)

Frederico Lange (Morretes PR 1892 - Curitiba PR 1954). Pintor, desenhista, gravador e professor. Estuda pintura com Alfredo Andersen, em Curitiba, por volta de 1908. Dois anos depois, viaja para Alemanha, onde cursa artes gráficas em Leipzig, freqüenta a Escola Superior de Belas Artes de Munique, de 1915 a 1920, e expõe individualmente em Colônia. De volta ao Brasil, leciona anatomia e fisiologia na Escola de Belas Artes do Paraná, e funda a Escola de Desenho e Pintura, onde leciona até 1932, tendo como alunos Oswald Lopes, Arthur Nísio, Augusto Conte, Kurt Boiger e outros. Ao lado de João Turin e João Ghelfi, luta pela proposição de um estilo característico para a arte paranaense.

Dariane_10_1L
Art Level II
Art Level II

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Professor Cesar em Qui Dez 12, 2013 6:11 am

...
avatar
Professor Cesar
Art 'n' CELC Admin
Art 'n' CELC Admin

Mensagens : 1815
Data de inscrição : 22/05/2010
Localização : CWB

Ver perfil do usuário http://artn.highforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Atividades Da Dari

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum