Art'n
'Enquanto a história conta o que aconteceu, a arte, simplesmente acontece!'
Últimos assuntos
» dayane graunke
Seg Set 19, 2016 9:27 am por Professor Cesar

» atividades do Everton
Seg Set 19, 2016 9:26 am por Professor Cesar

» atividades do Everton
Seg Set 19, 2016 9:25 am por Professor Cesar

» Atividades da Jessica
Seg Set 19, 2016 9:24 am por Professor Cesar

» atividades do Carlos
Seg Set 19, 2016 9:24 am por Professor Cesar

» Atividades de Hingred
Seg Set 19, 2016 9:23 am por Professor Cesar

» atividade do Carlos
Seg Set 19, 2016 9:23 am por Professor Cesar

» Atividade do Kaio
Seg Set 19, 2016 9:22 am por Professor Cesar

» Atividade de Dayane
Seg Set 19, 2016 9:22 am por Professor Cesar

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Estatísticas
Temos 2201 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de karlasoares

Os nossos membros postaram um total de 15250 mensagens em 2514 assuntos
Votação
Dezembro 2016
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário

Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Furl  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de Art'n em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de Art'n em seu site de social bookmarking


novas perspectivas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

novas perspectivas

Mensagem por eleane 46 em Seg Mar 24, 2014 8:29 pm

[url=PLANTA BAIXA A planta baixa é a representação gráfica de uma vista ortográfica seccional do tipo corte , obtida quando se passa pelo edifício um plano projetante imaginário, horizontal e t lt lld d f i secan t e, a uma a lt ura ca l cu l a d a d e f ormaasecc i ona r o máximo possível de aberturas (em média de 1,50m a 2,00m) e considerando com sentido de visualização do observador o de cima para baixo . cima para baixo . Aporçãodaedificaçãoacimadoplanodecorteéeliminadae representa - se o que um observador imaginário posicionado a representa se o que um observador imaginário posicionado a uma distância infinita veria ao olhar do alto a edificação cortada. Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA BAIXA Prof. Me. Sinval Xavier CORTES CORTES Os cortes são representações de vistas ortográficas Os cortes são representações de vistas ortográficas seccionais do tipo “corte” , obtidas quando se passa pela edificação um plano vertical imaginário de corte e projeção normalmente perpendicular às paredes cortadas projeção , normalmente perpendicular às paredes cortadas . Os cortes são elaborados para a representação de elementos internos à edifica ç ãoedeelementos q ue ç q se desenvolvam em altura, e que, por conseqüência, não são representados em planta baixa. Prof. Me. Sinval Xavier CORTES Prof. Me. Sinval Xavier CORTES Prof. Me. Sinval Xavier CORTES Prof. Me. Sinval Xavier FACHADAS As fachadas são elementos gráficos de um desenho arquitetônico constituídos po r vistas principais ou eventualmente auxiliares da edificação , elaborados com a finalidade específica de antecipar a visualização externa dt difi ã d es t ae difi caç ã o Prof. Me. Sinval Xavier FACHADAS Prof. Me. Sinval Xavier à PLANTA DE SITUAÇ Ã O A planta de situação é uma vista orto g ráfica g principal superior esquemática , com abrangência a toda com abrangência a toda azonaqueenvolveo terreno onde será ou está edificada a construção, e que tem como finalidades básicas identificar: oformato, di õ as di mens õ es e a localização do lote ou da fração de terra. Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA DE LOCALIZAÇÃO PLANTA DE LOCALIZAÇÃO (OU LOCAÇÃO) A planta de localização é uma Vista ortográfica principal superior esquemática , esquemática , representando o terreno eseuinterior,equetem por finalidade identificar o por finalidade identificar o formato, as dimensões e localização da construção dentro do terreno . dentro do terreno . Prof. Me. Sinval Xavier Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA DE COBERTURA Aplantadecoberturade uma edificação é uma representação gráfica de uma vista ortográfica principal superior da edificação que tem fi lid d como fi na lid a d e apresentar os elementos da cobertura ou a ela relacionados relacionados . Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA DE LOCALIZA Ç ÃO Ç E COBERTURA As informações sobre a coberturaealocalizaçãoda edificação, comumente podem aparecer em uma podem aparecer em uma única planta, denominada Planta de Localização e Cobertura ou Implantação e Cobertura ou Implantação e Cobertura. Junto ou em planta separada, podem também ser representados os tratamentos dados aos espaços externos à edificação (ou áreas descobertas do lt) ih l o t e ) ,comooscam i n h os, canteiros, áreas de piscina, etc. Prof. Me. Sinval Xavier Prof. Me. Sinval Xavier DETALHES Os detalhes são representações, em umaescalamaior em lã t lt bi d t lt d re l aç ã oaoscor t es e as p l an t as b a i xas, d epar t es ou e l emen t os d a edificação que por sua importância ou complexidade necessitam de um desenho que os represente de forma mais completa . Prof. Me. Sinval Xavier PERSPECTIVAS A perspectiva mostra os objetos em sua tridimensionalidade A perspectiva mostra os objetos em sua tridimensionalidade através de sua representação sobre um plano. O tipo de perspectiva muda conforme o sistema de projeção utilizado e direção dos raios projetantes. Em arquitetura as perspectivas mais utilizadas são as axonomométricas ou paralelas e as cônicas . A axonometria ou perspectiva paralela é uma projeção que õ bd ifiit üê i tili pressup õ es o o b serva d or no i n fi n it oe,emconseq üê nc i a, u tili za raios projetantes paralelos. Na axonometria ortogonal, os raios são normais, ou seja, perpendiculares ao quadro; na axonometria oblíqua ou perspectiva cavaleira os raios são oblíquos ao quadro oblíqua , ou perspectiva cavaleira , os raios são oblíquos ao quadro Quandooobservadorestáaumadistânciafinitadoobjeto,os raios visuais ou raios p ro j etantes são concorrentes , formando um pj , cone.Éachamada perspectiva central ou cônica , que possui a grande vantagem de representar os objetos de forma semelhante ao modo como o observador os vê, sem significativas deformações Prof. Me. Sinval Xavier PERSPECTIVA PARALELA Prof. Me. Sinval Xavier Ô PERSPECTIVA C Ô NICA Prof. Me. Sinval Xavier BIBLIOGRAFIA DIEFENBACH, Samantha; ROCHA, Eduardo. Material Didático da Disciplina de Desenho Arquitetônico. Apresentação em PowerPoint ULBRA Santa Maria 2010 PowerPoint . ULBRA . Santa Maria , 2010 . SCHULER, Denise; MUKAY, Hitomi. Apostila da Disciplina de Desenho Técnico I . Curso de Arquitetura da Faculdade Assis Desenho Técnico I . Curso de Arquitetura da Faculdade Assis Gurgacz – FAC. Cascavel. (200?). Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/42762695/Apostila-Desenho- Ar q uitetura-FAG. Acessado em 25 / 06 / 2010. q / / Prof. Me. Sinval Xavier]PLANTA BAIXA A planta baixa é a representação gráfica de uma vista ortográfica seccional do tipo corte , obtida quando se passa pelo edifício um plano projetante imaginário, horizontal e t lt lld d f i secan t e, a uma a lt ura ca l cu l a d a d e f ormaasecc i ona r o máximo possível de aberturas (em média de 1,50m a 2,00m) e considerando com sentido de visualização do observador o de cima para baixo . cima para baixo . Aporçãodaedificaçãoacimadoplanodecorteéeliminadae representa - se o que um observador imaginário posicionado a representa se o que um observador imaginário posicionado a uma distância infinita veria ao olhar do alto a edificação cortada. Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA BAIXA Prof. Me. Sinval Xavier CORTES CORTES Os cortes são representações de vistas ortográficas Os cortes são representações de vistas ortográficas seccionais do tipo “corte” , obtidas quando se passa pela edificação um plano vertical imaginário de corte e projeção normalmente perpendicular às paredes cortadas projeção , normalmente perpendicular às paredes cortadas . Os cortes são elaborados para a representação de elementos internos à edifica ç ãoedeelementos q ue ç q se desenvolvam em altura, e que, por conseqüência, não são representados em planta baixa. Prof. Me. Sinval Xavier CORTES Prof. Me. Sinval Xavier CORTES Prof. Me. Sinval Xavier CORTES Prof. Me. Sinval Xavier FACHADAS As fachadas são elementos gráficos de um desenho arquitetônico constituídos po r vistas principais ou eventualmente auxiliares da edificação , elaborados com a finalidade específica de antecipar a visualização externa dt difi ã d es t ae difi caç ã o Prof. Me. Sinval Xavier FACHADAS Prof. Me. Sinval Xavier à PLANTA DE SITUAÇ Ã O A planta de situação é uma vista orto g ráfica g principal superior esquemática , com abrangência a toda com abrangência a toda azonaqueenvolveo terreno onde será ou está edificada a construção, e que tem como finalidades básicas identificar: oformato, di õ as di mens õ es e a localização do lote ou da fração de terra. Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA DE LOCALIZAÇÃO PLANTA DE LOCALIZAÇÃO (OU LOCAÇÃO) A planta de localização é uma Vista ortográfica principal superior esquemática , esquemática , representando o terreno eseuinterior,equetem por finalidade identificar o por finalidade identificar o formato, as dimensões e localização da construção dentro do terreno . dentro do terreno . Prof. Me. Sinval Xavier Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA DE COBERTURA Aplantadecoberturade uma edificação é uma representação gráfica de uma vista ortográfica principal superior da edificação que tem fi lid d como fi na lid a d e apresentar os elementos da cobertura ou a ela relacionados relacionados . Prof. Me. Sinval Xavier PLANTA DE LOCALIZA Ç ÃO Ç E COBERTURA As informações sobre a coberturaealocalizaçãoda edificação, comumente podem aparecer em uma podem aparecer em uma única planta, denominada Planta de Localização e Cobertura ou Implantação e Cobertura ou Implantação e Cobertura. Junto ou em planta separada, podem também ser representados os tratamentos dados aos espaços externos à edificação (ou áreas descobertas do lt) ih l o t e ) ,comooscam i n h os, canteiros, áreas de piscina, etc. Prof. Me. Sinval Xavier Prof. Me. Sinval Xavier DETALHES Os detalhes são representações, em umaescalamaior em lã t lt bi d t lt d re l aç ã oaoscor t es e as p l an t as b a i xas, d epar t es ou e l emen t os d a edificação que por sua importância ou complexidade necessitam de um desenho que os represente de forma mais completa . Prof. Me. Sinval Xavier PERSPECTIVAS A perspectiva mostra os objetos em sua tridimensionalidade A perspectiva mostra os objetos em sua tridimensionalidade através de sua representação sobre um plano. O tipo de perspectiva muda conforme o sistema de projeção utilizado e direção dos raios projetantes. Em arquitetura as perspectivas mais utilizadas são as axonomométricas ou paralelas e as cônicas . A axonometria ou perspectiva paralela é uma projeção que õ bd ifiit üê i tili pressup õ es o o b serva d or no i n fi n it oe,emconseq üê nc i a, u tili za raios projetantes paralelos. Na axonometria ortogonal, os raios são normais, ou seja, perpendiculares ao quadro; na axonometria oblíqua ou perspectiva cavaleira os raios são oblíquos ao quadro oblíqua , ou perspectiva cavaleira , os raios são oblíquos ao quadro Quandooobservadorestáaumadistânciafinitadoobjeto,os raios visuais ou raios p ro j etantes são concorrentes , formando um pj , cone.Éachamada perspectiva central ou cônica , que possui a grande vantagem de representar os objetos de forma semelhante ao modo como o observador os vê, sem significativas deformações Prof. Me. Sinval Xavier PERSPECTIVA PARALELA Prof. Me. Sinval Xavier Ô PERSPECTIVA C Ô NICA Prof. Me. Sinval Xavier BIBLIOGRAFIA DIEFENBACH, Samantha; ROCHA, Eduardo. Material Didático da Disciplina de Desenho Arquitetônico. Apresentação em PowerPoint ULBRA Santa Maria 2010 PowerPoint . ULBRA . Santa Maria , 2010 . SCHULER, Denise; MUKAY, Hitomi. Apostila da Disciplina de Desenho Técnico I . Curso de Arquitetura da Faculdade Assis Desenho Técnico I . Curso de Arquitetura da Faculdade Assis Gurgacz – FAC. Cascavel. (200?). Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/42762695/Apostila-Desenho- Ar q uitetura-FAG. Acessado em 25 / 06 / 2010. q / / Prof. Me. Sinval Xavier[/url]

eleane 46
Líder Art'n'CELC
Líder Art'n'CELC

Mensagens : 41
Data de inscrição : 16/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum